(1 vote)

Um dia, tu estarás em pleno choro,
Sangrando em negras lágrimas a terra.
As almas do passado em grave coro,
Declararão a ti a mais suprema guerra.

O castelo dourado e azul morreu,
E a vida continua em triste pranto.
Eis aquilo que nunca se esqueceu,
E que conduz o azedo e amargo canto:

Um dia, tu estarás em forte grito
Que tingirá de luto o sonho pulcro
E assim se cumprirá a tal profecia.

O futuro será pra sempre aflito,
Nós que estamos em lúgubre agonia
Seremos então um único sepulcro.


Rommel Werneck
Soneto que ganhou o 2º lugar do Concurso do Vale das Sombras em 2009 e pertence ao IV E-BOOK DO VALE DAS SOMBRAS, baixe aqui: http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/1620380
Vídeo clipe: http://www.youtube.com/watch?v=aTAJYIi_agw

Mais poemas do autor em: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/rommelwerneck

Poesias do Porão - Poesias

Banner
Facebook Page: estronhobook Twitter: estronho YouTube: EditoraEstronho
Nós temos 25 visitantes online