• Todos

    Extintas Inscrições de Sonhos Mortos

    Uma coletânea de contos de Luciana Fátima. Sinopse: As personagens de Extintas inscrições de sonhos mortos são entes que perderam pares amados, quer para outras pessoas, quer para a morte. Perderam a força da gravidade, foram para a solidão. E o que encontraram lá não foi a solidão da liberdade, mas a do abandono. Tal situação as faz perder, aos poucos, os seus próprios sonhos. São seres incapazes de se realizar porque dependem dos outros para se firmar no universo. Luciana Fátima escreve de forma simples e direta. Ela nos fala sobre a dependência dos outros para a realização dos sonhos. Nos traz um painel da moderna solidão urbana por…

  • Horror e Suspense,  Todos

    Elas: cruéis

    Antologia de horror: a maldade estaria na essência de cada um desde sempre? Partindo dessa ideia, há duas opções: aceitar ou se tornar alguém bom. Caso escolha a segunda, todos os dias a pessoa deve se vigiar de maneira intensa para não sair do seu caminho, pois as tentações estão ao seu lado. Mas as personagens de Elas, cruéis não se importam. Apenas aceitam o que sempre foram. São dissimuladas, são más, são demônios. Leitor, não tenha medo. Segure nas mãos que elas oferecem e sente-se no melhor lugar para ler os contos de horror dessas loucas, insanas… ou simplesmente chamadas de autoras. Organização: Marcelo Amado Autoras: Ales de Lara, Alma Kazur,…

  • Biografias e Memórias,  Todos

    Delírio, poesia e morte: a solidão de Álvares de Azevedo

    Em um surpreendente exercício de alteridade, Luciana Fátima dá voz à trajetória de um dos maiores expoentes do Romantismo brasileiro: Álvares de Azevedo. Poderíamos afirmar que este livro é uma biografia romanceada do jovem poeta, mas isso seria simplificar demais, pois ele é, também, o testemunho humanizante de uma São Paulo em formação. Como afirma Bruno Matangrano, no prefácio, “Luciana captou o espírito dos oitocentos [e da cidade], tomando para si a voz do poeta. De tanto ler as obras de Azevedo e pesquisar sobre ele, tornaram-se amigos.” A trágica lira azevediana ecoa por todas as páginas, pelas quais a autora busca reconstruir os passos, não apenas de Azevedo, mas,…